quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Exposição "Oliveiras, Irmãos - Símbolos de uma Época"

O Palácio do Infantado, em Samora Correia, recebe de 13 de Agosto até Janeiro de 2015, a exposição

“Oliveiras, Irmãos – Símbolos de uma época”





Esta é uma exposição que traça cronologicamente o percurso de uma das Casas Agrícolas/Ganadarias mais importantes do país, fundada em 1895 por João Pedro Oliveira através de vacas de Tomáz Piteira e vacas da Companhia das Lezírias, com semental de Infante da Câmara, agregando posteriormente reses de Norberto Pedroso e Francisco dos Santos (Alfaiate). Entretanto, por morte do seu titular em 1920, passa a anunciar-se a ganadaria em nome de Viúva Oliveira e Filhos, mantendo o ferro inicial.

Mais tarde todo o efetivo foi substituído por reses de Cláudio Moura (Soler) e em 1938 são adquiridas vacas de Joaquim Oliveira Fernandes e Pinto Barreiros, às quais é lançado um semental de Alves do Rio, eliminando-se toda a origem Soler, vendida a José Pedrosa e Vicente de Almeida.

Em 1944 forma-se a Sociedade Oliveiras Irmãos que adota o ferro atual, mantendo-se, desde então, sem introdução de reses de outra proveniência, definindo morfológica e funcionalmente um animal que tem sido base ou cruzamento ideal de muitos outros efetivos, podendo assim considerar-se como um encaste tipificado.

O direito a membro da “Union de Criadores de Toros de Lidia” é adquirido em 1963 por compra do ferro de António Oliveira Durão.


Divisa: Verde e Branca
Sinal de Orelhas: Esq.- Mosca / Dir.- Folha de Figueira









Horário da Exposição: 2ª a 6ª – das 10.00h às 18.00h
Sábado – das 14.30h às 18.00h
Encerra aos Domingos e Feriados